Sunday, September 03, 2006

O Corvo de Poe

Um poema sombrio e invernoso neste fim de verão. Edgar Allan Poe encontra em Fernando Pessoa o melhor dos tradutores.

7 Comments:

Blogger apenas eu... said...

é evidente que sim.... quem se não Fernando Pessoa para sentir e transmitir os sentimentos alheios?? Ele próprio identifica-se perfeitamente com o Poe...
Parabéns .... vais conseguindo..
espero o próximo post....

6:56 PM  
Blogger MARIA VALADAS said...

Estive a relar tudo desde o inicio...!!

Simplesmente fascinante os temas abordados!!

Parabens!!

Voltarei.........
Maria

3:26 PM  
Blogger MARIA VALADAS said...

Venho visitar o seu blog....
procurando coisas lindas para me maravilhar...mas parou???

Espero que não!!

Voltarei.....
Maria

2:01 PM  
Blogger MARIA VALADAS said...

Fiquei melancólica...por ver NADA!

Mais uma visita frustrada!!

Regressa...e enche-nos o espírito com os teus textos.....

4:59 AM  
Blogger MARIA VALADAS said...

Não encontrei nada de novo!

Mas mais uma vez aprofundei os textos!

Desejo de continuação de boa semana!

Maria

9:56 AM  
Blogger MARIA VALADAS said...

Venho sempre á espera de encontrar novo post....e não desisto!

Uma boa semana...

Maria

4:59 AM  
Blogger MARIA VALADAS said...

UM ANO DE 200 com muita Aúde, paz e felicidades!

Abraço amigo da
Maria

1:22 PM  

Post a Comment

<< Home