Thursday, August 31, 2006

"Spiritual": Coltrane e o espírito do jazz


















------------------------John Coltrane e Dizzy Gillespie

de Live At The Village Vanguard

John Coltrane nos saxofones tenor e soprano
Eric Dolphy no clarinete baixo
McCoy Tyner no piano
Reggie Workman no contrabaixo
Elvin Jones na bateria
Gravado no Village Vanguard, New York a 2 e 3 de novembro de 1961

Em 1958, na sua casa em Philadelphia, John Coltrane travava uma luta desesperada contra a adição de drogas. Com o auxílio da mulher e da mãe passou vários dias fechado num quarto a pão e água, lutando contra a dependência física da heroína. Coltrane referiu posteriormente uma experiência mística ocorrida nesse período, que traria um novo significado à sua vida e à sua música. Nos tempos que se seguiram, livre das drogas, Trane entrega-se à prática da meditação. A julgar pelas lendárias gravações de Kind of Blue, com Miles Davis e Giants Steps, como chefe de banda, já em 59, a sua viagem interior traduziu-se, musicalmente, num estádio de rara plenitude criativa.
Mais tarde, em 61, as gravações do Village Vanguard revelam um novo estilo, fruto da incessante e inconformada experimentação encetada desde os tempos em que actuava no quinteto de Miles Davis. O seu discurso tem agora uma nova respiração, alcançando uma intensidade inesperada e quase hipnótica, onde se sente também a influência da música clássica indiana.
Spiritual foi um dos diferentes caminhos trilhados por um saxofonista inconformado e talentoso, que procurou a espiritualidade na sua vida e na sua arte.

1 Comments:

Blogger apenas eu... said...

possívelmente, este deveria ter sido o primeiro comentário...
é difícil vencer o mundo da droga, depois, certamente a nossa espiritualidade será alterada...
Vivemos num outro mundo...UM MUNDO NOVO..........

5:25 PM  

Post a Comment

<< Home